Tudo é utopia até que nós decidamos o contrário.
14
Fev 10
A culpa é do/a Pinto, às 01:31link do post | Protesta

Hoje é o dia dos namorados e lembro-me que exactamente há um ano atrás lancei um desafio a todos os visitantes do Demon Brothers, escrever uma declaração à sua cara metade. Muitas foram as declarações recebidas, algumas delas concretizadas, mas certamente serão poucas as que hoje, um ano depois, ainda tenham o mesmo significado de 2009. As palavras foram ditas, e eu acredito piamente nisso, com toda a verdade e com toda a honestidade, mas então porque é que o tempo desvaloriza o seu significado? Não sei a resposta a esta pergunta, mas sei que as minhas palavras têm o mesmo significado de à um ano atrás e é por isso que esta ano as volto a repetir, porque os tempos são outros, mas as palavras têm, para mim e para quem declaro, o mesmo significado.

 

 

"Noite"

 

Ò Noite longa e fria

O dia é apenas recordação;

Quem foi, hoje não iria,

Além do que manda a razão!

A lua é quem mais brilha,

E eu isolado nesta ilha!

 

Ò Noite longa e fria

Este sentimento que consome;

Espero e despero pelo dia

Que me dirá o teu nome...

No decorrer dessa demanda

A razão já nada manda!

 

Ò Noite longa e fria

Já pelo dia anseio

Como uma mãe pela cria!

Com todo este desvaneio,

Sinto que me perco da Sorte...

Mas... A Polar dá-me o Norte!

 

Ò Noite longa e fria

Afinal és tu quem ilumina;

Mais do que o Sol do dia,

Tu tens a estrela que me ensina!

Quando pensava eu perdido,

Foste tu que me deste sentido...

 

Ò Noite longa e fria

Na voz daquele que acredita;

Muitas palavras eu diria;

Que infeliz é aquela que imita...

Mas tu és diferente disto,

Tens o dom do qual não resisto...

 

Ò Noite cheia de alegria

Como não vi eu a tua beleza:

Ofuscado pela falsa simpatia,

Da Mentira sem pureza!

E algo modou no meu ser

Porque, finalmente, consegui ver:

 

"Se pelo Sol, à noite chorar,

As Estrelas não irei apreciar!"

 

(Talvez, ainda, não seja este ano que leias o poema...)

 

 


As palavras nao perdem o significado... o que muda é o ponto de vista..
Para quem escreve-mos mudou, nos mudá-mos logo o sentimento muda... Mas não as palavras...
As palavras são, agora, memórias do que passou, a única prova que resta.. São um marco... mas já nao mais que isso...

Nada é estático na vida...

Quando pensas que já nao existe nada que prove que algo aconteceu, que toda a gente esqueceu, existem as palavras para nos relembrar...
As memórias podem ser boas, deixar-nos um sorriso ou entao deixarem um sabor amargo... Mas sao algo que nao poderemos apagar...
B. a 16 de Fevereiro de 2010 às 23:21

E dizias tu que não estavas inspirada...

Eu acho que nesta altura do ano estamos todos muito mais inspirados.

É engraçado que eu este ano não mandei nada a ninguém até parece mal.
Filipe a 17 de Fevereiro de 2010 às 12:07

Manda-me a mim^^xD
ainda vais a tempo

tambem nao recebi nada
B. a 17 de Fevereiro de 2010 às 19:38

Em certa medida tens razão no que dizes, nada é estatico, mas temos de encontrar constantes que nos façam acreditar que é possivel a resolução da equação cheia de variaveis. Precisamos de algo para nos agarrar em tempos complicados e as palavras podem ser essa boia salvadora se para nós tiverem algum significado.

Eu so digo que tenho pena que o tempo desvalorize as palavras, mas também tem as suas vantagens, ja que relativiza se essas mesmas palavras não forem boas.

P.S Dizias que estavas sem inspiração e fizeste um grande texto, terá sido a hora em que o escreveste 23:21? As estrelas podem ser vistas melhor à noite, talvez seja essa luz que nos dê inspiração...
Pinto a 17 de Fevereiro de 2010 às 19:09

Na altura nao me pareceu inspiraçaoxD
Pode ter sido de ser noite, de ter voltado de ferias...
Quem sabexD



Continuo á espera de inspiração...
B. a 17 de Fevereiro de 2010 às 19:40

Os "Manda-Bocas"
Os Mais Debatidos
47 Reclamações
29 Reclamações
27 Reclamações
27 Reclamações
24 Reclamações
19 Reclamações
13 Reclamações