Tudo é utopia até que nós decidamos o contrário.
14
Jul 09
A culpa é do/a Pinto, às 00:08link do post

Excerto retirado do documentário “Sicko” (S.O.S. Saúde) de Michael Moore:

 

 

 


Vejam até ao fim vale realmente a pena, o país dos "Ipods", das "XBoxs", das "MTVs", do cinema, da musica, o PAIS DO SONHO é incapaz de oferecer aquilo que está muito antes das posses e dos bens materiais, a saude ao seu povo. Vejam o que diz no quartel de bombeiros: "Patria es humanidad" Vale a pena pensar nisto...

Sinopse:
Um painel do deficiente sistema de saúde americano. A partir do perfil de cidadãos comuns, somos levados a entender como milhões de vidas são destruídas por um sistema que, no fim das contas, só beneficia a poucos endinheirados. Ali vale a lógica de que, se você quer permanecer saudável nos Estados Unidos, é bom não ficar doente. E, depois de examinar como o país chegou a esse estado, o filme visita uma série de países com sistema de saúde público e eficiente, como Cuba e Canadá.
Pinto a 14 de Julho de 2009 às 11:20

Eu já sabia que o sistema de saude americano era uma grande confusao e que nao abrangia toda a populaçao, mas o que mais me choca e a diferença de preços dos medicamentos... Como e possivel??
nagini a 14 de Julho de 2009 às 11:56

Eu so digo isto, andam tubaroes a "chular" a sardinha...

Sabem o que é pior? É essa maluca da manuela ferreira leite vir a publico dizer que não ha sustentabilidade para um sistema de saude publico, por outras palavras querem transformar o nosso sistema de saude parecido ao do "melhor pais do mundo"... E eu faço esta pergunta se um pais do terceiro mundo, como alguns dizem que é o caso de cuba, consegue porque raio um pais como portugal nao consegue?

Deixo tambem este apelo aos que este ano ja podem votar: o que preferem, ter dedos ou ter aneis?
Pinto a 14 de Julho de 2009 às 14:05

É obvio que a comparação entre o sistema de saúde de Cuba e dos EUA é marcante, mas para mim o que mais me tocou foi a cena em que supostos inimigos como Cuba e os Estados Unidos se abraçam como irmão e se ajudam mutuamente se somos todos homens e mulheres porque não podemos viver partilhando o que cada país tem de melhor, porque não podemos deixar de ser cidadãos dos EUA ou de Cuba ou de Portugal e passarmos a ser cidadãos do Mundo?
zargat a 14 de Julho de 2009 às 14:14

Isto leva-nos a outro tema: a Globalização. É claro que tem pontos positivos, mas eu chamo a atenção para este ponto: Comercio Internacional. 1+1=? Pois nem sempre é 2 a reposta a esta pergunta...
Pinto a 14 de Julho de 2009 às 14:23

Normalmente tem duas rspostas... 0 para os pequenos empresarios, produtores, cultura, originalidade, individualidade
2 para as grandes empresas, empresarios, chicos espertos, uniformizaçao, USA
nagini a 14 de Julho de 2009 às 14:25

Eu não acho que os EUA tenham só coisas más, acho que eles são muito frios e é cada um por si, mas também não acho justo que se viva na sociedade dos subsídios sempre à espera que o Estado resolva as coisas, as pessoas se querem ter sucesso na vida têm de correr e lutar por ele e não ficar à espera que caia do céu.
zargat a 14 de Julho de 2009 às 14:38

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Os "Manda-Bocas"
Os Mais Debatidos
47 Reclamações
29 Reclamações
27 Reclamações
27 Reclamações
24 Reclamações
19 Reclamações
13 Reclamações